Entendendo sobre compostagem

Compostagem significa transformar matéria orgânica (normalmente restos de alimentos) em adubo. Essa técnica pode ser realizada através do auxílio de uma composteira ou um minhocário. A escolha do processo depende da quantidade de resíduos gerados e do espaço disponível para a realização dessa atividade.

\r\n\r\n

Composteira

\r\n

A composteira, seja ela aberta ou fechada, é utilizada, normalmente para grandes escalas e em locais com espaço suficiente. É a forma mais comum de compostagem utilizada por hotéis, pousadas e resorts localizados fora das grandes cidades e que possuem área disponível para tal. A composteira pode ser montada diretamente no solo, sem qualquer proteção, mas é comumente montada em grandes caixas de madeira, caixas de cimento construídas especialmente para tal uso ou outros tipos de materiais reaproveitados, como por exemplo, caixas d’água antigas.

\r\n

Neste tipo de compostagem são as bactérias que fazem o trabalho de transformar os resíduos em adubo. Outro tipo de compostagem realizada em locais abertos é a compostagem de folhas, que quando recolhidas podem ser amontoadas sempre no mesmo local e com o tempo se transformarão em um rico composto para adubar a plantas.

\r\n

\r\n\r\n

Minhocário doméstico

\r\n

O minhocário é diferente da composteira normal. Por ser realizado em espaços pequenos e fechados (normalmente caixas empilhadas), a ação das bactérias decompositoras seria muito devagar e por isso adequa-se esse ambiente para as minhocas, que passam a alimentar-se dos resíduos orgânicos transformando-os em adubo. É uma ótima troca, na qual damos alimentos para as minhocas e em troca elas nos dão o adubo para usarmos em nossos jardins.

\r\n

A Serlares apoia esta iniciativa e já destina todo o seu lixo orgânico para a destinação correta e com técnicas de sustentabilidade.